Make your own free website on Tripod.com







OCULTISMO&UMBANDA














início | significado | forças ocultas | entidades | trabalhos | mediunindade | santos e orixás | firmeza | porquê? | história do cristianismo | significado dos sonhos | numerologia | mentora espiritual | exu? | relatos | perfil dos orixás | numeroliga e simbologia religiosa | entidades e guias | Yeshua ben | orações e preces | anjos | o quinto evangelho | contato

















































0007paisagen15.jpg













































A mais de 40 milhões de anos atrás, desde de o princípio das eras, o homem olha para o céu procurando achar o fundamento de sua existência.

De onde viemos e, pra onde vamos?

Desde as épocas mais remotas, nossos ancestrais invocavam espíritos de antepassados, pedindo orientação e a chave para os mistérios da raça humana.

Em torno de fogueiras, cantavam e evocavam a atenção do criador. Batiam tambores e festejavam a pujança da vida. Agradeciam as forças da natureza por tudo o que colhiam e que possuíam.

Milhares de anos se passaram, até que o homem possuísse a capacidade de elevação tal que a comunicação divina com a terra se iniciara. Provas e testes foram dados. Houve a desaprovação do povo judeu, a inundação. Salvando-se apenas Noé, seus filhos, e uma arca de animais. Espécimes escolhidas a dedo para a perpetuação da vida. Misericórdia divina?

E apesar de tamanha polêmica, foi provado o fato cientificamente. Já encontrado até mesmo possíveis destroços de tal arca, e também provado a grande inundação na região provinda desses povos.

Profetas começam a pregar a vinda de messias ao mundo.

Surgem Davi, a primeira “estrela do oriente”, o maior de todos os reis e (o primeiro a usar vidência e premonições a favor do povo em grande massa). Depois Moisés, escolhido entre os reis do Egito a salvar o povo judeu. Deus se revela a ele pela primeira vez, mas em forma de fogo em uma oliveira.

Todas as provas e testes foram dados aos povos do Egito. Ocorre então a fuga para o deserto, a inesquecível “passagem” (páscoa em hebraico) para o deserto de onde seriam divididas em várias tribos judaicas (as primeiras raízes religiosas). Deus escreve em duas pedras os 10 mandamentos.

Desde então houveram mais profetas, e durante milênios profetizaram a vinda do “messias”.

Previram todos os seus passos e atos, desde o seu nascimento até a sua morte, derramando seu sangue pelos “pecados do mundo”, renovando mais uma vez a aliança de Deus com os “filhos de Adão”.

E tudo foi criteriosamente acontecendo aos olhares atentos de sacerdotes, magos, bruxos, os único que naquela época eram portadores da sabedoria oculta. Os reis Magos já tinham o domínio da astrologia. Foi provado que 300 antes de cristo já se sabia que o sol era o centro do sistema solar, sendo tal teoria só sido provada cientificamente no século XVIII.

João Batista (a voz do deserto), Jesus Cristo (Yeshua em aramaico(O Salvador / Aquele que salva).

 E tudo se consumou.

O ocultismo sempre esteve presente.

Em sua primeira pregação, Cristo, em um templo, enquanto fechava o pergaminho anunciando as escrituras que o “messias” (o enviado) viria, e ele consumou a profecia dizendo quele ja estava entre eles, e que tudo mudaria desde então, que um povo não pode passar a eternidade seguindo apenas 10 mandamentos escritos em duas pedras, o homem muda, e as leis devem mudar com os homens. Terminando essas falas, foi expulso do templo.

Jesus revolucionou o mundo com suas idéias e conceitos espirituais, que até mesmo hoje após 2000 anos, ainda são de forte impacto moral.

O tempo passou.

350 anos após seu nascimento, São Jerônimo traduziu as cartas evangélicas (boas notícias) e escreveu a primeira Bíblia (Vulgata). São Jerônimo foi a única referência verdadeira que a igreja tinha sobre os verdadeiros ensinamentos de Deus. Devotou a sua vida inteira em prol desta obra. E após sua morte, apareceu em espírito para Santo Agostinho, e lhe testemunhou a verdade sobre a “outra vida”.

 

Milhares de anos se passaram.

O homem continua em sua eterna busca por respostas.

Foi criada a ciência.

E mesmo assim, o homem ainda olha para o céu, esperando...

Não olha a sua volta, não olha a si mesmo.

Não desvenda aquilo que está envolto. Sua curiosidade é sufocada pelo medo ou pela comodidade da ignorância.

Não consegue abrir a cortina que tapa a sua visão da verdadeira criação divina.

Mas até quando se consegue fechar os olhos? Até quando se pode virar as costas para tantas e tantas provas e testemunhos de fatos e acontecimentos ao qual a ciência ainda tenta explicar?

Ciência essa que depois de uma longa jornada de negações e contestações volta a se encontrar com Deus, onde tudo tem um porquê.

Tamanha corrida com os projetos científicos como o “genôma” (tinha a finalidade de decifrar o código genético da raça humana), o qual achavam que seria a chave para todos os mistérios... Decepção...

A corrida atômica: Cientistas estudam os átomos na esperança de entender como foi construído o universo, e, milagre: é impossível entendê-lo. Nada se compara a seu comportamento. É como se todas as partículas seguissem uma “ordem” ou  um comando de se juntarem e formarem sozinhas, por exemplo, uma parede de tijolos! Tamanha a surpresa quando descobriram que nada os prendem uns aos outros! Eles simplesmente estão ali! Este “estar” também tão estranho, pois não estão! Apesar de saberem que as partíulas atômicas estão naquele espaço, aomicroscópio elas na verdade não estão!

E todos novamente, voltam seus olhos uns aos outros, e para os céus.

Como? Porquê?

O homem tem seguido dogmas de tantas e tantas religiões. Milênios de história da raça humana.

O oculto sempre esteve lá.

 

E você me pergunta, o que tem a Umbanda com tudo isso?

Explicaremos neste espaço um pouco de seu verdadeiro significado. Desde o nome e, seu fundamento.

Uma nova religião nascida aqui, no Brasil.

Uma religião que ainda não possui cem anos desde de sua primeira pronuncia.

Neste país que é fruto da mistura de todas as raças e credos, surgiu também a religião que une todas as crenças e todas as culturas do mundo.

Tão perseguida, tão temida, as vezes odiada...

 

Aqui, você não terá as repostas para tudo.

E com certeza suas perguntas em relação ao universo se multiplicarão.

Seja bem vindo! Aprendiz da “UMBANDA”!

Seja bem vindo aprendiz do “OCULTISMO”.

Seja bem vindo  APRENDIZ DA VIDA!

3500866.jpg