Make your own free website on Tripod.com








OCULTISMO&UMBANDA

MÃE DE SANTO














início | significado | forças ocultas | entidades | trabalhos | mediunindade | santos e orixás | firmeza | porquê? | história do cristianismo | significado dos sonhos | numerologia | mentora espiritual | exu? | relatos | perfil dos orixás | numeroliga e simbologia religiosa | entidades e guias | Yeshua ben | orações e preces | anjos | o quinto evangelho | contato





O misticismo que cerca pais e mães de santo
















011.jpg
Entidade Tia Maria ao entrar nos trabalhos da mata 2007

Chefes de terreiros

Pessoas de total abnegação de vida pessoal em prol da humanidade.
São pessoas das quais os anjos da guarda pedem ajuda sim!
Em sua maioria, sofridos, sozinhos e muitas vezes até mesmo desamparados. Mas sempre de coração aberto. Incapazes de negar qualquer coisa.
Deixo este espaço em homenagem a nossa Mãe maior, nossa Mãe de santo tão querida Cenira Balote.

tianomar.jpg
Entidade Mãe Preta nos trabalhos do mar 2007

Uma infância sofrida, desde muito pequena seus dons mediúnicos já eram de difícil controle para uma garotinha assustada vivendo na área rural ao sul do Paraná, à 60 anos atrás.
Sua família guardava grande preconceito quanto ao espiritismo, vivendo em uma cidadezinha do interior.
Desde pequena, extremamente católica. Não faltava a uma missa sequer. Fazia parte do coral da igreja. Quando certo dia, durante um ensaio, sentiu uma forte premonição negativa, e antes de poder falar, aquela pequena menina de 10 anos desfaleceu em si mesma, e sofreu a incorporação de uma entidade de grande luz, que avisa de maneira estranha: "... Nossa Senhora irá matar uma criança aqui hoje!..."; provocou grande tumulto pois, viram lhe mudar a fala e os trejeitos físicos corporais e faciais. Levaram-na para a sacristia, onde o padre tenta "exorcisa-la". A entidade tenta mais uma vez pedir para que salvem a criança..., em vão. Avisou mais uma vez para que se tenha cuidado com a menina pois a "Virgem Maira iría matá-la". Quando o espírito deixa o corpo, ela desfalece e cai. O padre a excomunga e a expulsa da igreja. Na saída da sacristia, chorando assustada, sem saber o que havia acontecido, é de novo dominada por uma força que não pôde controlar, e de maneira rápida, salta sobre a criança que estava parada próxima ao altar, puxando-a para longe enquanto estupefatos, todos os fiéis da igreja gritam de desespero ao ver uma imagem de Nossa Senhora de Fátima de 5 metros de altura desprender-se da lateral e cair no altar, bem no local onde antes estava a criança, agora salva em seus braços.
Mesmo tendo salvo a menina, toda a paróquia a repudia, chamando-a de bruxa e demoníaca.
E assim sofre sua maior desilusão religiosa, pois sua fama correu por toda a região, fazendo criar ódio dentro de sua mãe contra sua própria filha.
Entrou em grande depressão. Acamou. Dormiu por dias. Os médicos desenganaram. E seu pai, policial militar, leva-a a uma benzedeira.
E foi lá, em um terreiro dentro das matas do Paraná, próximo à tribos indígenas locais que ela acorda, e faz a premonição da morte de seu próprio pai.
Tamanha era a tristeza e a revolta desta pequena menina, sendo que sete dias depois seu pai é morto em uma emboscada de bandidos em cidade vizinha. Sua mãe a odeia. Culpa a própria filha pelos acontecimentos tenebrosos e a expulsa de casa. Sua avó a adota, e desde então é criada aos seus cuidados.
Mesmo odiando o espiritismo, devido a tantos tropeços, ela se vê forçada a desenvolver seus dons mediúnicos com esta benzedeira (mãe-de-santo), conhecida na região como Mãe Sema.
Aos poucos consegue controlar e a entender melhor todo o espiritismo, com todos os ensinamentos umbandistas da sua forma mais raíz.
Há vinte anos, foi Mãe-de-santo coroada pela Federaçao Umbandista. Reside em Bebedouro, nordeste do estado de São Paulo. Vive uma vida de humildade e caridade.
Seu centro espírita (Tenda dos Orixás) é visitado por pessoas de todas as classes sociais, credos e raças. Caravanas de dentro e fora do estado rumam para seus conselhos e bênçãos.
Hoje é viúva, mas avó de vários netos e recentemente bisavó, com muito orgulho.
Com as graças e bênçãos divinas,continua a curar, orientar e doutrinar todas as pessoas que dela rodeiam.
Um verdadeiro anjo de pura luz divina.

Obrigado por existir em nossas vidas.
Que Deus permita sua existência aqui na terra por mais muitos e muitos anos.

Em nome de todos os seus filhos-de-fé, agradeço a vossa paciência nesta sua árdua tarefa dada por Deus de nos zelar, proteger e de tudo cuidar...

Te amamos para todo sempre.