Make your own free website on Tripod.com








OCULTISMO&UMBANDA

NUMEROLOGIA














início | significado | forças ocultas | entidades | trabalhos | mediunindade | santos e orixás | firmeza | porquê? | história do cristianismo | significado dos sonhos | numerologia | mentora espiritual | exu? | relatos | perfil dos orixás | numeroliga e simbologia religiosa | entidades e guias | Yeshua ben | orações e preces | anjos | o quinto evangelho | contato





Quem tem medo da sexta-feira 13?

diabo1.jpg

O dia 13 de dezembro próximo cairá na sexta feira. Muito se fala sobre os efeitos maléficos e, por vezes, trágicos associados à sexta feira 13, mas o que há de verdade em tudo isso?
Para entender a importância desta vibração, a numerologia lança mão de símbolos ligados ao tarô, à astrologia e ao ocultismo que retratam toda a inteligência existente no homem e no universo ao longo dos milênios.
O mito relacionado à sexta feira 13 remonta da antiguidade: ela era tida como sagrada pelos magos da luz e das trevas, ponto de partida para práticas tanto do bem supremo como do mal absoluto, elevando a humanidade, iluminando e ajudando as pessoas ou trazendo-lhes dor, sofrimento, infortúnio e azar.
O 13 têm sido temido por muitos como o número de mau agouro e da morte e, de fato, ele é o arcano que representa a morte na simbologia do tarô, mas não apenas no sentido comum, mas também deveria ser encarado como transformação, transmutação ou mudança radical da situação atual. Quando nos casamos, morremos como entidade isolada e renascemos como um casal. Quando um artista anônimo obtém o reconhecimento, renasce como pessoa famosa. Portanto, a mudança é simultânea, para o nascimento de um fato, outro tem que deixar de existir, simbolicamente morrer.
O significado de morte associado ao 13 surgiu devido ao fato de a maioria das pessoas reagir inconscientemente ao seu lado mais material: a degeneração do corpo e a destruição. Poucas pessoas reagem ao lado mais elevado do 13, que envolve satisfação total e transformação de um fato por vezes ruim, em outro positivo que trás realização, regeneração ou uso das tremendas forças deste número para criar algo de valioso neste mundo.
Segundo os ocultistas, o 13 é um número sagrado, indicando o renascimento e a transmutação dos poderes mentais. O número 13 também é preservado nas medidas da Grande Pirâmide.
Em termos astrológicos, o 13 é regido pelo signo de Escorpião, que governa os órgãos de reprodução, o nascimento, a morte e a transmutação.
Foram 12 os apóstolos e Cristo representou o 13º com a iluminação, o sacrifício e a nova consciência divina no seio da humanidade.
No tarô, a carta 13 é representada pelo esqueleto, que é a figura da morte, mas deve ser entendido como a força vital que nunca morre, apenas muda de forma.
Não há medidas de meio-termo neste número. Existe nele um enorme potencial de realização de objetivos e, por outro lado, um potencial igualmente grande para a destruição total. Sob a regência do 13 é tudo ou nada.
Na numerologia, o 13 sempre envolve mudanças constantes. Tão logo uma situação aparentar estar resolvida e calma, um novo conjunto de circunstâncias surgirá para substituir o antigo. Isto é positivo, pois faz com que reconheçamos quais são os laços realmente verdadeiros e duradouros que mantemos ao longo da vida. O 13 é a lição do desapego.
Em termos práticos, na numerologia, o 13 é utilizado no sentido de transformação, ou seja, mudar aquilo que está estagnado e que precisa de uma solução proveitosa, reciclando as energias paradas há tempos.
Alguns exemplos práticos da aplicação do 13 na numerologia:

1)É recomendado para locação de imóveis que estão há muito tempo fechados, recomenda-se colocar o número 13 em sua fachada ou então dentro do principal cômodo da casa ou comércio em questão.

2)É igualmente indicando para acelerar a chegada de novas oportunidades de emprego: coloque no currículo o 13 na parte superior esquerda da página e o 19 do lado direito, isto significa mudança do status atual para algo melhor e mais próspero em sua vida. Ambos os números devem ser colocados bem pequenos, quase imperceptíveis em todas as folhas do seu currículo.

3)Evite-o em placas de automóveis, (soma das letras, dos números ou de ambos), pois o 13 pode causar inconvenientes desagradáveis, como arranhões na pintura, amassado nas rodas, acidentes banais e inexplicáveis, que, em geral são pequenas chateações sem maiores conseqüências e que podem facilmente ser contornadas através da harmonização da placa do seu carro.

4)Evite-o também na sua assinatura, seja no número total de letras que a compõe ou na soma do valor numérico de vogais, consoantes ou total: aqui ele pode exigir de você muita luta, trabalho exaustivo, esforço incomum, mas mesmo assim seu sucesso poderá continuar distante, pois o 13 não propicia que nossos esforços materiais retornem para nós de acordo com o nosso merecimento.
5) Evite-o em apelidos: como, por exemplo: Zé (8+5=13) ou Zezinho (8+5+8+9+5+8+6=49=4+9=13), em geral são pessoas esforçadas, trabalhadoras, lutadoras, mas que podem ter sérias dificuldades em se firmar na vida, estabelecer metas e alcançar seus objetivos afetivos e materiais.
Na prática, não há motivo para qualquer temor. Experiência própria: comecei a namorar meu esposo num 13 de agosto e nos casamos na sexta feira 13 de agosto de 1999, somos muito felizes e abençoados por uma união maravilhosa.
O importante é compreender que na natureza tudo é composto por polaridades, ou seja, funcionamos por dois pólos, o positivo e o negativo. Isto não poderia ser diferente para o número 13, que pode representar destruição, mas também a chance de transformação, cabe a cada um de nós tirar o melhor partido desta vibração, sem medo da felicidade e das mudanças 180 graus que ela provoca na nossa jornada pessoal.
A palavra de ordem do 13 é "rei morto, rei posto", portanto ele pede que você não fique olhando para o passado, nem se lamente por ele. Não tenha medo de ser feliz. Aproveite a onda de mudança que ele proporciona em seu benefício, rumo a uma nova terra fértil e a um novo estilo de vida, melhor e mais feliz para todos nós.
Desejo saúde, sucesso, felicidades, realizações e uma bela 6ª feira 13 para você !
















Mistérios do Número 5

cinco.jpg
Quando bem compreendidos, os números tem outro significado

O Pentagrama - Ensinos de Salomão - Qualidades do Homem Perfeito - O Verdadeiro Homem

reisalomao.jpg

"Aquele que sabe calcular com os números da natureza
encontra a relação eterna das coisas..."
Eckarthausen.

O pentagrama, a estrela de cinco pontas, expressa graficamente importantes princípios inerentes ao número cinco. Esta representação gráfica é muito antiga, documentos bem anteriores à civilização hebraica mostram a estrela de cinco pontas como representação do cinco, pode ser constado que já na antiga China o número cinco (wu) era um número sagrado representado graficamente por uma flor de cinco pétalas.
Na China o simbolismo do cinco já se fazia presente nos primeiros registro do I- Ching, no Livro dos Ritos e no Livro das cerimônias. Foi na antiga China que este número foi associado aos 5 elementos da acupuntura, madeira, fogo, terra, metal e água, que por sua vez eram associados às cores.
Nas obras mencionadas, os chineses falavam de cinco pontos cardeais ( incluíam um quinto ponto, o meio ), de cinco cores primarias cada uma com cinco tons básicos. Para eles eram cinco os bens da felicidade: a riqueza, a longevidade, a paz , a virtude e a saúde; Cinco também as qualidades morais da humanidade, e cinco as coisas puras: a lua, a água, o pinheiro, o bambu e a ameixa. Citavam cinco graus de nobreza, cinco tipos básicos de cereais. e cinco punições nas das leis da antiga china.
Os japoneses citam 5 deuses da felicidade e os representam por cinco budas.
O pentagrama é um símbolo muito mais antigo do que se pode pensar. No Ocidente alguns pretendem afirmar que esse símbolo nasceu com Salomão, porém ele já era usado no Antigo Egito onde há registros em tumbas e sarcófagos.
O cinco era também um número sagrado gnósticos-maniqueístas.
Para os pitagóricos também era um símbolo sagrado que mostrava a harmonia entre o corpo e a alma, por isso era o símbolo da saúde. Era o sinal de reconhecimento entre os pictóricos. Os pitagóricos atribuíam virtudes especiais ao pentagrama porque é uma figura que pode ser construída uma linha única linha fechada entrelaçada. ser por isso um símbolo de perfeição.
Símbolo associado ao grau de Mestre Eleito da Maçonaria, do rito Escocês.
Talvez seja a figura mais freqüente nos instrumentos de magia e usado em amuletos instrumentos de exorcismo como se evidencia no episódio de encantamento contido no primeiro livro do "Fausto" de Goethe.
Com um vértice voltado para cima simboliza a magia branca, enquanto o a inverso, a "magia negra". A técnica usada na magia branca consiste em partir da ponta esquerda, seguir para a direita, de lá para a esquerda abaixo, e assim por diante, até a linha vinda da direita para baixo e retornar a ponto de partida. Na magia negra é o inverso. Na magia negra, no centro apresenta um bode a figura de um bode e na branca um G ou um Sol, ou uma figura humana. Na magia branca a figura humana está contra a cabeça para cima e na negra o inverso.

pentagrama04.jpg

O pentagrama positivo representa o ser humano bem plantado sobre seus pés e que trabalha, com suas mãos, seguindo a orientação de uma cabeça bem colocada: A inteligência é nele dominante, a claridade e a lucidez orientam os seus aptos.
















pentagramainvertido.gif

O pentagrama invertido é o símbolo de ser que anda de cabeça para baixo, isto é, nele a inteligência está submetida aos desejos.

pentagrama.gif

Enter supporting content here

Os chineses falam das qualidades do homem perfeito: Bondade, Justiça, Amor, Sabedoria, Verdade.

Salomão em seus ensinamentos também trouxe esse ensinamento seguindo-se ao ensino da pedra polida. Disse que os seis preceitos diziam respeito às reações do homem para com ele mesmo, que a partir do polimento da pedra cúbica o material estava preparado para o surguimento do templo interior. Ensinou que é o AMOR É A GRANDE PERFEIÇÃO DIVINA.

Mostrando o pentagrama criou cinco condições que deve reger o ser humano em sua relação com os seres vivos:

Sabedoria: A pessoa deve buscar a sabedoria pela busca do conhecimento de tudo quando há. Deve saber pesar, medir e contar[1] tanto os valores físicos quanto os morais. Ter sabedoria é ter o domínio do conhecimento. Mas não é somente saber, é preciso saber como usar, ter domínio positivo sobre o saber. Saber sem uma utilização positiva é ruim

Tudo tem polaridade e assim sendo o conhecimento tem dupla polaridade e uma delas é a sabedoria. Salomão é a Sabedoria...

Salomão se celebrizou pela uma imensa sabedoria, tido como o mais sábios de todos os reis.

Verdade: Não pode haver justiça sem a verdade. Quantas injustiças ocorrem pelo desconhecimento da verdade!

Na administração da justiça Salomão procurava primeiro a verdade. Naquela citação bíblica em que duas mulheres disputavam a posse de uma criança da qual cada uma alegava ser a mãe verdadeira. Salomão usou a sabedoria para antes de administrar a justiça usou de um ardil para saber qual das duas mulheres era a verdadeira mãe.

Justiça: Ser sábio é ser justo. O conhecer não requer justiça, é possível o conhecimento com injustiça, mas não pode existir sabedoria sem justiça. Salomão é a Justiça......

A Bíblia e outros livros sagrados falam da JUSTIÇA DE SALOMÃO.

Bondade: Não pode existir tratamento verdadeiro, justo e sábio sem bondade. É a bondade quem impulsiona a pessoa a procurar a verdade para efetivar uma justiça sábia.

Amor, é a coroa do ser, é a manifestação da sua essência cósmica O amor é Salomão...

Vale salientar que a ordem pode ser inversa. A bondade pode ser a causa da justiça, esta a causa da verdade e a verdade a causa da sabedoria.
Cada uma das QUALIDADES DO HOMEM PERFEITO é composta por cinco